Quinta-feira
26 de Novembro de 2020 - 

Notícias

Previsão do tempo

Hoje - Niterói, RJ

Máx
30ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Niterói, ...

Máx
30ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Ministro Humberto Martins recebe cidadãos de todo o país para a segunda edição do Fale com o Presidente

​No próximo dia 30, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, participará da segunda edição do projeto Fale com o Presidente – de mãos dadas: magistratura e cidadania. A iniciativa tem como objetivo aproximar o STJ e a sociedade, possibilitando que o cidadão converse diretamente com o presidente da corte. Podem participar até 18 pessoas, que serão atendidas em audiências inpiduais de dez minutos, no período das 8h30 às 11h30. Os encontros observarão todas as medidas de segurança definidas pela Secretaria de Serviços Integrados de Saúde do STJ para a prevenção da Covid-19.Os pedidos de inscrição já podem ser feitos na Ouvidoria do tribunal, pelo e-mail falecomopresidente@stj.jus.br. A solicitação deve ocorrer com até 72 horas de antecedência. Haverá confirmação até 48 horas antes da audiência, por e-mail ou pelo telefone indicado pelo cidadão.Magistrados, membros do Ministério Público, da advocacia e da Defensoria Pública, bem como lideranças partidárias e pessoas públicas em geral não estão incluídos no projeto, pois o diálogo com esses grupos já faz parte da agenda institucional e de rotina do ministro Humberto Martins.Obriga​ção do servidorA primeira edição do projeto ocorreu em 28 de outubro, coincidindo com o Dia do Servidor Público. Na ocasião, Humberto Martins afirmou que ouvir a comunidade é uma das obrigações de todos os servidores, inclusive dos juízes. "Os magistrados devem ser vistos como servidores da sociedade, uma vez que é ao interesse público que servem", declarou."Temos que estar sempre atentos aos clamores dos cidadãos, para que possamos pautar nossas atividades na cotidiana busca do melhor servir", salientou.Ao todo, 12 pessoas participaram das audiências. Foram discutidos temas variados, como morosidade da Justiça, questões previdenciárias, concursos públicos e terceirização de serviços. Ao falar sobre o projeto, o presidente do STJ destacou que a participação de todos os brasileiros é fundamental para a construção de um Judiciário mais célere e eficiente: "O cidadão não pode se sentir excluído do sistema de Justiça; afinal, é ele próprio o dono do poder, e este é o Tribunal da Cidadania".Leia também:Em iniciativa inédita, presidente do STJ recebe cidadãos de todo o país para ouvir críticas e sugestões sobre o Judiciário nacional
20/11/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  522793
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.